Fauna e flora do Pantanal





No Pantanal vivem 156 espécies de mamíferos, 98 répteis e 53 espécies de anfíbios. Cerca de 1700 plantas e 650 espécies de aves enriquecem esta planície alagavel de 230.000 km², que é composta de areas secas e de enchentes, de florestas úmidas e de um labirinto de corixos. Mergulhe e saiba mais sobre essa biodiversidade. Para você compartilhamos aqui algumas espécies de mamiferos,e de aves e de plantas:

Nome em Portugues Latin Classificação
Tamanduá mirimTamandua tetradactylaMamifero
Veado campeiroOzotoceros bezoarticusMamifero
Tatu pebaEupharactus sexcintusMamifero
GambáDidelphis marsupialisMamifero
Tamanduá bandeiraMyrmecophaga tridactylaMamifero
AntaTapirus terrestrisMamifero
CapivaraHydrochaeris hydrochaerisMamifero
Urubu de cabeça pretaCoragyps atratusAve
TuiuiúJabiru mycteriaAve
LagartoTupinambis teguixinAve
BugioAlouatta carayaMamifero
Onça pintadaPanthera oncaMamifero
MartinhoChloroceryle americanaAve
Macaco pregoCebus apellaMamifero
Azara AgutiDasyprocta azaraeMamifero
FurãoGalictis vittataMamifero
Jacaré do papo amareloCaiman yacareRéptil
Sucuri amarelaEunectes noctaeusRéptil
QuatiNasua nasuaMamifero
LobeteCerdocyon thousMamifero
AriranhaPteronura braziliensisMamifero
Tartaruga do pantanalAcanthochelys macrocephalaRéptil
LontraLontra longicaudisMamifero
Arara azul grandeAnodorhynchus hyacinthinusAve
Martin pescador grandeCeryle torquataAve
TucanuçuRamphastos tocoAve
Tucano grande de papo brancoRamphastos tucanusAve
CafézinhoJacana jacanaAve
EmaRheidae americanaAve
CaracaráPolyborus plancusAve
BiguáPhalacrocorax brasilianusAve
Cabeça secaMycteria americanaAve
Colhereiro americanoPlatalea ajajaAve
Gavião caramujeiroRostrhamus sociabilisAve
IrerêDendrocygna viduataAve
Coruja buraqueiraAthene cuniculariaAve
Bem te viPitangus sulphuratusAve
Sabia laranjeiraTurdus rufiventrisAve
Jacu de barriga castanhaPenelope ochrogasterAve
Garça realPilherodius pileatua
Ave
Andorinha serradoraStelgidopteryx ruficollis 
Ave
Garça mouraArdea cocoi 
Ave
JacapanimDonacobius atricapillaAve
Trinta réis grandePhaetusa simplexAve
Frango d’água azulPorphyrio martinicaAve
Garça branca grandeArdea alba
Ave
BiguatingaAnhinga anhingaAve
XexélCacicus celaAve
CuricacaTheristicus caudatusAve
Gavião beloBusarellus nigricollisAve
CaturritaMyiopsitta monachus
Ave
Periquito reiEupsittula aurea
Ave
Arara canindéAra ararauna 
Ave
João de barroFurnarius rufus 
Ave
Periquito de encontro amareloBrotogeris chiriri 
Ave
Coleiro do brejoSporophila collarisAve
Pato do matoCairina mochata 
Ave
Cardeal Pantanal Paroaria capitataAve
Caburé
 Glaucidium brasilianumAve
Ariramba de cauda ruiva Galbula ruficaudaAve
Pavãozinho do pará Eurypyga heliasAve
Arancuã do pantanal Ortalis canicollisAve
Gavião caboclo Buteogallus meridionalisAve
Anu branco Guira guiraAve
Maçarico real Theristicus caerulescensAve
Tipio Sicalis luteolaAve
Cardeal Paroaria coronataAve
Alma de gatoPiaya cayanaAve
Tico tico rei Coryphospingus cucullatusAve
Príncipe Pyrocephalus rubinusAve
Anu preto Crotophaga aniAve
Maitaca de cabeça azul Pionus menstruusAve
João bobo Nystalus chacuruAve
Bico de pimenta Saltator atricollisAve
Beija flor de garganta verde Amazilia fimbriataAve
Lobo guará Chrysocyon brachyurusMamifero
Sagui Mico emiliaeMamifero
Queixada Tayassu pecariMamifero
Sinimbu Iguana iguanaRéptil
Jararaca pintada Bothrops mattogrossensisRéptil
Muçurana Pseudoboa nigraRéptil
Azulão bóia Leptophis ahaetullaRéptil
Coral Micrurus surinamensisRéptil
Mata cavalo Liophis poecilogyrusRéptil
Cobra verde Liophis typhlusRéptil
Caninana Spilotes pullatusRéptil
Ipê roxo Handroanthus impetiginosusPlanta
Vitória santa cruz Victoria cruzianaPlanta
Aguapé Eichhornia CrassipesPlanta
Figueira mata pauFicus clusiifoliaPlanta
JibóiaBoa constrictorRéptil
Socó boiTigrisoma lineatumAve
Araçari castanhoPteroglossus castanotisAve
Periquito da cabeça pretaNandayus nendayAve
NeineiMegarynchus pitanguaAve
Coró coróMesembrinibis cayennensisAve
Veado manteiroMazama americanaMamifero
Serão exibidos animais e plantas (de um total de animais e plantas)
Veado Campeiro, Ozotoceros bezoarticus


Ozotoceros bezoarticus

Veado campeiro

Altura: 115 - 140 cm
Peso: 30 - 40 kg
Gestação:  210 dias, apenas um filhote por vez, excepcionalmente gêmeos
Alimentos: capim, folhas, brotos
Expectativa de vida: até 30 anos

Curiosidades:
Após o acasalamento, os chifres caem e crescem novamente. O pêlo é curto e liso, de cor marrom claro. Vivem em campos abertos ou em vegetação coberta de arbustos. Eles podem ser vistos em pares ou em grandes grupos. Típicos são as suas pernas negras tanto dianteiras como traseiras.

Veado manteiro, Mazama americana


Mazama americana

Veado manteiro

Comprimento: 100 - 145 cm
Peso: 30 - 48 kg
Gestação: 225 dias, apenas um filhote
Alimentação: Erva, folhas, frutos, sementes e brotos
Expectativa de vida: até 7 - 16 anos

Curiosidade:
Os chifres não crescem mais que 12 cm. Tem um pêlo vermelho-acastanhado. Vive em florestas densas e ricas em vegetação, o que torna mais difícil sua observação. Eles são bons nadadores. Eles vivem solitários e marcam o seu território de 50 a 100 ha por vestígios de urina e fezes, bem como esfregando a cabeça contra a casca da árvore.

Tamanduá mirin, Tamandua tetradactyla


Tamandua tetradactyla

Tamanduá mirim

Comprimento: 80 cm
Peso: 7 kg
Gestação: 130 - 150 dias, apenas 1 filhote por vez 
Alimentação: cupins, formigas, insetos
Expectativa de vida: 9 - 12 anos

Curiosidade:
Há também observações que mostram como o tamanduá abrem as colmeias para comer as abelhas e o mel. Eles são geral moram nas árvores, mas também se movimentam no chão em busca de alimento. Eles se defendem com suas fortes garras dianteiras. Seu habitat são as florestas e savanas. 

Tamanduá bandeira, Mymecophaga tridactyla


Mymecophaga tridactyla

Tamanduá bandeira

Comprimento: 130 cm
Peso: 40 kg
Gestação: 120 - 190 dias, um filhote por vez
Alimentação: cupins e formigas
Expectativa de vida: 26 anos

Curiosidade:
Cabeça estreita e comprida. Focinho tubular desdentado com língua pegajosa e comprida medindo até 50 cm. Os tamanduás bandeiras fazem um buraco nos montes de cupins e ninhos de formigas e usam a língua para transportar formigas e cupins para dentro da boca. Ele precisa comer de 30'000-40'000 cupins ou formigas por dia para satisfazer seu apetite. 

Gambá, Didelphis marsupialis


Didelphis marsupialis

Gambá

Comprimento: 32 - 50 cm
Peso: 5,5 kg
Gestação: 12 - 14 dias, até 20 animais filhotes
Alimentação: insetos, pequenos vertebrados, carniça e materiais vegetais como frutos e grãos
Expectativa de vida: 2 anos

Curiosidade:
Corpo preto ou cinza, peito e barriga mais pálidos. Cabeça bem amarela. Rosto com listras escuras. Orelhas grandes e nuas. Gambá muitas vezes se faz de morto quando ameaçado. Entretanto, eles reagem de forma extremamente agressiva e podem até morder. 

Tatu peba, Eupharactus sexcintus


Eupharactus sexcintus

Tatu peba

Comprimento: 40 - 50 cm
Peso: 3 - 8 kg
Gestação: 60 - 75 dias, muitas vezes 2 jovens
Alimentação: insetos, pequenos vertebrados, carniça, frutas, raízes
Expectativa de vida: 15 anos

Curiosidade:
Cabeça e rabo com placas ósseas, e o corpo com carapaças em forma de cintas móveis. Poucos pelos densos que serve como proteção. Cinco dedos dos pés com garras. Eles ainda hoje são caçados por sua carne. 

Anta, Tapirus terrestris


Tapirus terrestris

Anta

Comprimento: 180 - 250 cm
Peso: 150 - 250 kg
Gestação: 385 - 412 dias, um filhote
Alimentos: folhas, frutos, raízes
Expectativa de vida: 35 anos

Curiosidade:
A anta tem um forte revestimento de pelo curto. Vive em florestas próximas de rios, lagoas e corixos, nas quais mergulha quando se sente ameaçado. É principalmente ativo ao crepúsculo e vive como um animal solitário. Tem um excelente sentido de olfato e audição, o que torna particularmente difícil a sua localização.

Capivara, Hydrochaeris hydrochaeris


Hydrochaeris hydrochaeris

Capivara

Comprimento: 100 - 130 cm
Peso: 80 kg
Gestação: 150 dias, 1 - 8 filhotes
Alimentação: erva, plantas aquáticas
Expectativa de vida: 10 anos

Curiosidades:
Coloração castanho. Este animal não tem rabo. As capivaras vivem em grupos. Manadas contendo em torno de 40 individuos são comum de se encontrar. Ao nadar, apenas as narinas, olhos e ouvidos são visíveis acima do nível da água.

Bugio, Alouatta caraya


Alouatta caraya

Bugio

Comprimento: 60 - 90 cm
Peso: 4 - 10 kg
Gestação: 180 - 190 dias, um filhote
Alimentação: folhas, botões e frutos
Expectativa de vida: 20 anos

Curiosidades:
Os machos são pretos a castanho-escuro. Fêmeas e machos jovens castanhos-amarelados pálidos. São ativos de dia e vivem em pequenos grupos de quatro a nove animais em árvores. O rugido dos machos pode ser ouvido de muito longe.

Macaco prego, Cebus apella


Cebus apella

Macaco prego

Comprimento: 30 - 58 cm
Peso: 2 - 4 kg
Gestação: 150 - 180 dias, de 2 em 2 anos um filhote
Alimentos: frutos, gomos, ovos de aves, insetos e néctar
Expectativa de vida: 15 - 25 anos
Tamanho do grupo: 7 - 40 animais

Curiosidades:
Eles são ativos durante o dia e muitas vezes ficam em palmeiras. Eles sabem como usar uma ferramenta (pedra, bastão) para abrir cocos ou castanhas e pegar mel.

Braunes Seidenäffchen, Mico emiliae


Mico emiliae

Sagui

Comprimento: 20 - 30 cm
Peso: 300 - 400 g
Gestação: 130 - 150 dias, é comum ter 2 filhotes
Alimentos: frutos, sementes, pequenos vertebrados, insetos, aranhas
Expectativa de vida: 15 - 18 anos

Curiosidade:
Eles são ativos durante o dia e vivem em famílias de dois a doze animais. Os grupos vivem em territórios de 10 a 40 hectares, que defendem contra outros grupos de sagui do cerrado. A cauda longa é preta, também a parte superior da cabeça. Têm garras nos dedos das mãos e dos pés. 

Onça Pintadal, Panthera onca


Panthera onca

Onça pintada

Comprimento: 150 cm
Peso: 70 - 110 kg
Gestação: 100 dias,1 - 4 filhotes
Alimentação: veados, capivaras, cateitu, tatus, cutia, tartarugas, peixes e muitos mais
Expectativa de vida: 10 - 12 anos

Curiosidade:
A onça-pintada é o maior mamífero carnívoro do Brasil. Necessita de pelo menos 2 kg de carne por dia. A sua área de caça é de 25 a 80 km². Embora sejam tão temidos, quase não são de conhecodos ataques a seres humanos. Nas nossas excursões passeio vai vê-los deitados na mata, nas margens do rio, com sorte.

Cutia, Dasyprocta azarae


Dasyprocta azarae

Cutia

Comprimento: 40 - 64 cm
Peso: 250 g
Gestação: 100 - 120 dias, 2 - 4 jovens
Alimentos: frutos, sementes, raízes, castanhas do pará e acuri e suculentas,
Expectativa de vida: 15 - 18 anos

Curiosidade:
As Cutias são pequenos roedores. Têm uma pequena cauda de toco de cerca de 4 cm de comprimento. As pernas dianteiras são mais curtas do que as pernas de trás. Os pés são longos e os cinco dedos dos pés têm pequenas garras em forma de casco, uma delas é muito pequena. As Cutias são também responsáveis pela propagação da castanha do pará e acuri.

Furão, Galictis vittata


Galictis vittata

Furão

Comprimento: 48 - 80 cm
Peso: 800 - 2000 g
Gestação: 40 dias, 4 - 7 filhotes, mais raramente também até 12 filhotes
Alimentos: carne, frutos de casca rija, cereais
Expectativa de vida: 6 - 8 anos

Curiosidade:
Os furões passam 14 a 18 horas a dormir. Quando estão acordados, são muito ativos. Os furões não têm apêndice e têm um intestino muito curto.

Quati, Nasua nasua


Nasua nasua

Quati

Comprimento: 43 - 66 cm
Peso: 3,5 - 6 kg
Gestação: 75 dias, 3 - 7 filhotes
Alimentos: omnívoros, plantas, insetos, larvas, aranhas, escorpiões e carniça
Expectativa de vida: 14 anos

Curiosidade:
Os Quatis também podem comer o sapo cururu, mas antes bate ou lava ele até veneno saiu todo. Vivem em florestas e cerrados. Tamanho do grupo por vezes superior a 20 membros. Os machos são solitários.

Lobete, Maikong, Cerdocyon thous


Cerdocyon thous

Lobete

Comprimento: 64 cm
Peso: 6 - 8 kg
Gestação: 55 - 58 dias, 4 - 6 filhotes
Alimentos: Insetos, rãs, ratos, aves, lagartos, peixes, crustáceos (caranguejos), frutas, bagas
Expectativa de vida: 11 anos

Curiosidade:
É um animal noturno, durante o dia esconde-se em árvores ocas ou em buracos no chão. Vive geralmente em florestas abertas, Cerrado e Campos. É frequente vê-lo aos pares.

Lobo guará, Chrysocyon brachyurus


Chrysocyon brachyurus

Lobo guará

Comprimento: 90 cm
Peso: 20 - 25 kg
Gestação: 65 dias, 3 - 5 filhotes
Alimentos: roedores, frutas, aves, ovos, lagartos, insectos
Expectativa de vida: 10 - 12 anos

Curiosidade:
Ele é um onívoro. A sua dieta consiste em até 50% de fruta. As suas pernas longas são impressionantes. É muito tímido e monógamo e vive aos pares numa área de cerca de 30 km². Infelizmente, pertence a uma espécie altamente ameaçada, embora não constitua uma ameaça grave para a maioria dos animais de criação do homem. Ao contrário do lobo, o lobo-guará não é um caçador de matilha.

Queixada, Tayassu pecari


Tayassu pecari

Queixada

Comprimento: 91 - 130 cm
Peso: 25 - 40 kg
Gestação: 156 - 162 dias, 1 - 4 filhotes
Alimentos: frutos, tubérculos, raízes, sementes, cogumelos, folhas, caracóis, vertebrados, anfíbios, insetos
Expectativa de vida: 15 anos

Curiosidade:
Vivem em grupos de 50 - 300 animais. O seu habitat são as florestas. Em caso de perigo, eles batem com os dentes, que pode ser ouvido de longe. Estão altamente ameaçadas de extinção pela perda de habitat e pela caça ilegal.

Riesenotter, Pteronura braziliensis


Pteronura braziliensis

Ariranha

Comprimento: 210 cm
Peso: 32 kg
Gestação: 70 dias, 1 - filhotes
Alimento: 2 - 3 kg de peixes por dia assim como carangueijo, cobra e filhote de jacaré
Expectativa de vida: 10 anos


Curiosidade:
Vive em grupo familiar e faz o ninho em buracos nos barrancos, que muitas vezes tem uma saida de emergência, as margens dos rios. Ela esta extremamente ameaçada de extinção devido à destruição de seu habitat e à caça ilegal.

Lontra, Lontra longicaudis


Lontra longicaudis

Lontra

Comprimento: 55 - 120 cm
Peso: 35 kg
Gestação: 60 - 80 dias, 2 - 5 filhotes
Alimentação: peixes, crustáceos, répteis, aves raras e pequenos mamíferos
Expectativa de vida: 10 - 12 anos

Curiosidade:
Normalmente dorme na margem do rio durante o dia e acorda à noite à procura de comida. Vive solitário, só durante a época de acasalamento e a criação dos jovens é que se pode vê-lo com o seu parceiro. O pescoço é mais grosso do que a cabeça. Infelizmente, ainda é caçado na América do Sul pelas suas peles e pela sua carne.

Martin pescador grande, Ceryle torquata


Ceryle torquata

Martin pescador grande

Comprimento: até 42 cm
Peso: até 350 g
Período de incubação: 22 dias, 3 - 6 ovos, nidificam no barranco
Alimentos: peixes, répteis, crustáceos e insetos
Expectativa de vida: 12 anos

Curiosidade:
Em cima é cinza metal com gola branca, a barriga é marrom-avermelhada. Ele é um dos maiores martins-pescadores. Eles cavam ninhos nos barrancos ao longo das margens do rio. Fica em galhos altos e com um vôo incrível mergulha na água para pegar peixes.

Martinho, Chloroceryle americana


Chloroceryle americana

Martinho

Comprimento: até 19 cm
Peso: 30 - 55 g
Período de incubação: 16 - 21 dias, 3 - 6 ovos, nidificam no barranco
Alimentação: peixes e caranguejos
Expectativa de vida: 5 anos

Curiosidade:
Pescar em águas rasas e mergulha diretamente do puleiro na água para pegar suas presas. As fêmeas chocam durante a noite e os machos durante o dia. Seu ninho é um túnel de aproximadamente 37 - 100 cm de profundidade, que eles escavam na margem do rio.

Tucanuçu, Ramphastos toco


Ramphastos toco

Tucanuçu

Comprimento: 55 - 61 cm
Peso: 600 - 750 g
Período de incubação: 17 - 18 dias, 2 - 4 ovos
Alimentos: frutas, filhotes de aves, ovos de aves, insetos e outros pequenos animais
Expectativa de vida: 18 - 20 anos

Curiosidade:
Seu bico grande, de 20 cm de comprimento, serve como ar condicionado. Ele pode deixar o sangue fluir, de forma que possa regular a temperatura corporal. Tucanos roubam ovos e filhotes de outros ninhos. Neste momento você pode observar que as aves menores atacam o ladrão (tucanoçu) em pleno voo para que ele va embora, uma delas picando a cabeça do tucanuçu e a outra arrancando as penas da cauda. Estes são os dois lugares onde ele não pode se defender.

Tucano grande de papo branco, Ramphastos tucanus


Ramphastos tucanus

Tucano grande de papo branco

Comprimento: 50 - 61 cm
Peso: 600 g
Período de incubação: 15 dias, 2 - 3 ovos, nidificam em ocos nos troncos de árvore
Alimentos: pintos de outras aves, especialmente aves da testa, pequenos répteis, bagas e nozes
Expectativa de vida: até 20 anos

Curiosidade:
Os machos são maiores e têm um bico mais longo que as fêmeas. Seus gritos altos podem ser ouvidos de longe em nossa fazenda. Os filhotes são cegos e nus, com almofadas nas pernas para protegê-los do chão áspero do ninho. O casal alimenta as crias mesmo depois de terem deixado o ninho.

Araçari castanho, Pteroglossus castanotis


Pteroglossus castanotis

Araçari castanho

Comprimento: 43 - 47 cm
Peso: 230 - 310 g
Período de incubação: 14 - 16 dias, 2 - 4 ovos
Alimentos: frutas, insetos, flores, filhotes de aves
Expectativa de vida: 12 - 15 anos

Curiosidade:
O araçari castanho é uma ave comum no Pantanal. Vive ao longo dos rios das florestas. Voam em grupos e aninham nas árvores, cavernas e buracos em cupinsais. Pode ser facilmente distinguido das outras espécies de Arassari porque suas orelhas são cobertas com plumagem de cor castanha.

Tuiuiú, Jabiru mycteria


Jabiru mycteria

Tuiuiú

Comprimento: 120 -140 cm
Peso: 6 - 8 kg
Período de incubação: 35 - 40 dias, 2 - 5 ovos
Tempo até os filhotes sairem do ninho: 100 - 105 dias
Alimentos: carniça, pequenos peixes, moluscos, anfíbios, filhotes de aves, pequenos mamíferos (por exemplo, ratos)
Expectativa de vida: 35 anos

Curiosidade:
É a segunda maior ave voadora da América do Sul, uma cegonha, mas para muitos ornitólogos ela é o parente mais próximo do urubu. Antes de comer carniça, ele circula como um abutre para mudar o nível de seus glóbulos brancos no sangue para que não seja envenenado com a carniça.

Colhereiro americano, Platalea ajaja


Platalea ajaja

Colhereiro americano

Comprimento: 87 cm
Peso: 1,4 kg
Período de incubação: 22 dias, 2 - 3 ovos
Alimentação: peixes, caramujos e pequenos insetos
Expectativa de vida: 20 anos

Curiosidade:
Ele já esteve uma vez ameaçada de extinção, mas a população do colhereiro cor-de-rosa se recuperou. Eles vivem nas regiões costeiras dos EUA e voam no inverno norte para a América do Sul, onde as temperaturas são mais agradáveis. Eles se reproduzem em pequenas colônias. Eles moram em áreas pantanosas à beira de rios e lagos. A ponta do bico, que tem a forma de uma colher, puxa-os para frente e para trás na água enquanto procura por alimento. Ao fazer isso, eles assustam pequenos animais aquáticos, que eles habilmente pegam com seus bicos.

Biguá, Phalacrocorax brasilianus


Phalacrocorax brasilianus

Biguá

Comprimento: 75 cm
Peso: 1,1 - 1,6 kg
Período de incubação: 30 dias, 3 - 4 ovos
Alimentos: principalmente peixes pequenos, mas também caranguejos e anfíbios
Expectativa de vida: 25 - 30 anos

Curiosidade:
Ela é um bom mergulhador. Falta-lhe a glândula uropigial, por isso as suas penas ficam molhadas e o seu peso aumenta podendo assim mergular. Ela vive em água doce e salgada. Você pode vê-la frequentemente secando suas penas nas margens de rios e lagos antes de voar. Durante a estação chuvosa no Pantanal e na Amazônia, eles voam para o sul em formação de V.

Socó boi, Tigrisoma lineatum


Tigrisoma lineatum

Socó boi

Comprimento: 66 - 76 cm
Peso: 800 - 900 g
Período de incubação: 31 - 34 dias, 2 ovos
Alimentos: peixes, insetos, crustáceos e cobras
Expectativa de vida: -

Curiosidade:
Pertence a uma espécie comum de garças da América do Sul e Central. As garças marmorizadas vão sozinhas em busca de alimento, elas tendem a evitar a companhia de outros socó boi. Durante a época de reprodução, no entanto, muitas vezes eles formam colônias. Eles constroem seus ninhos nas árvores que ficam próximo d'água. Dentro de uma colônia, cada um defende ferozmente seu seu próprio território.

Cabeça seca, Mycteria americana


Mycteria americana

Cabeça seca

Comprimento: 83 - 115 cm
Peso: 2 - 3,3 kg
Período de incubação: 27 - 32 dias, 3 - 5 ovos
Alimentos: peixes, caranguejos, sapos e insetos
Expectativa de vida: 20 - 25 anos

Curiosidade:
Em grupos eles ficam de pé ou caminham lentamente em águas rasas. Com a ponta do bico na água eles procuram por peixes nos campos inundadas. Ocorre no Brasil, Argentina e Flórida. Na estação chuvosa, migra do Pantanal.

Garça moura, Ardea cocoi


Ardea cocoi

Garça moura

Comprimento: 125 cm
Peso: 1,9 kg
Período de incubação: 24 - 26 dias, 2 - 4 ovos
Alimentos: peixes, sapos, insetos aquáticos
Expectativa de vida: 25 -30 anos

Curiosidade:
É uma ave solitária, mas esporadicamente pode viver em grandes grupos, é bastante calma espera por muito tempo para capturar suas presas. Vive em ambientes de água doce e pode ser visto em todo o Brasil. Constrói seus ninhos em árvores altas. Você tem que observá-lo a uma distância de mais de 60 metros. Pertence à maior espécie de garças do Brasil.

Garça branca grande, Ardea alba


Ardea alba

Garça branca grande

Comprimento: 85 - 100 cm
Peso: 1 - 1,5 kg
Período de incubação: 25 - 26 dias, 3 - 5 ovos
Alimentos: insetos, anfíbios, crustáceos, peixes e camundongos, além de filhotes de aves
Expectativa de vida: 18 - 20 anos

Curiosidade:
Na estação seca, você pode vê-lo em grandes grupos perto de lagoas. Eles constroem seu ninho em árvores de até 50 m de altura. A garça branca grande tem uma das maiores áreas de distribuição e pode ser encontrada em todos os continentes. Na Europa, ela é encontrada principalmente no inverno. O pescoço, forma um «S» quando se está à espera de uma presa. Eles vivem juntos durante a época de reprodução e depois se separam novamente do seu parceiro.

Biguatinga, Anhinga anhinga


Anhinga anhinga

Biguatinga

Comprimento: 81 - 91 cm
Peso: 1,3 kg
Período de incubação: 25 - 28 dias, 3 - 5 ovos
Alimentos: peixes, sapos, cobras d'água e filhotes de jacarés
Expectativa de vida: 12 - 16 anos

Curiosidade:
Ele caça principalmente peixes maiores em seus mergulhos que duram até um minuto. Você pode vê-lo muitas vezes sentado em galhos e estacas olhando para fora d'água. Ele não tem glândula uropigial isto é a glândula que torna a plumagem impermeável, como os patos e gansos, por exemplo. É por isso que dificilmente pode voar após os mergulhos, «encharcado» ele tem que se secar antes de conseguir voar. Mas devido ao seu grande peso quando esta encharcado, pode mergulhar até 20 metros de profundidade. O macho ajuda na incubação e cuidados com a descendência.

Garça real, Pilherodius pileatua


Pilherodius pileatua

Garça real

Comprimento: 56 cm
Peso: 450 g
Período de incubação: 26 - 27 dias, 2 - 3 ovos
Alimentos: peixes, anfíbios, insetos, minhocas e caramujos
Expectativa de vida: -

Curiosidade:
Vive e dorme sozinho, pesca em águas rasas e engole peixes muito grandes. Também está na busca de ostras. Ao deixar a água ele abre as asas para secar as penas. A Garça real é uma ave migratória.

Ema, Rhea americana


Rhea americana

Ema

Comprimento: 140 cm
Peso: 34 kg
Período de incubação: 40 dias, 13 - 30 ovos
Alimentos: folhas, frutos, sementes e insetos
Expectativa de vida: 25 - 30 anos

Curiosidade:
É a maior ave das Américas do Norte e do Sul. Os machos têm um harém de até 6 fêmeas, que só depositam os ovos no ninho que ele fez, ele choca os ovos e cuida dos filhotes. Quando estão em perigo, podem correr até 60 km por hora. No Pantanal e no Brasil central e ocidental, as emas vivem em paz com os produtores de gado e soja. Desta forma ele mantém o campo limpo das pragas.

Caracará, Polyborus plancus


Polyborus plancus

Caracará

Comprimento: 64 cm
Peso: 0,9 - 1,6 kg
Período de incubação: 28 - 32 dias, 2 - 4 ovos
Alimentos: peixes mortos, répteis, anfíbios, caranguejos e insetos
Expectativa de vida: 30 anos

Curiosidade:
Ele é oportunista, come carniça ao lado dos urubus. Ele ataca os ninhos de Curicacas e come os filhotes pouco antes de eles deixarem o ninho. Para alguns índios eles são simbolo de azar, pois acreditam que ele espalha galhos queimando em áreas secas para iniciar incêndios na floresta.

Urubu de cabeça preta, Coragyps atratus


Coragyps atratus

Urubu de cabeça preta

Comprimento: 56 - 68 cm
Peso: 1 - 2 kg
Período de incubação: 28 - 41 dias, geralmente apenas 2 ovos, nidificam no chaõ
Alimentos: carniça, resíduos orgânicos, frutas, animais jovens indefesos (sagui, répteis, etc.)
Expectativa de vida: 10 anos

Curiosidade:
Como todos os abutres, ele voa em círculos em alta altitude, não para ver onde está a carniça, mas para mudar o nível de globulos brancos no sangue com a luz dos raios solares, para que eles não tenham intoxicação alimentar ao comer carne podre. O urubu de cabeça preta funciona como um farol de avalanche. Ela circula e desloca seus círculos na direção em que cheira a carniça. Hoje em dia, isto é usado na Europa para encontrar corpos de pessoas mortas que estão desaparecidas.

Gavião caramujeiro, Rostrhamus sociabilis


Rostrhamus sociabilis

Gavião caramujeiro

Comprimento: 39 - 48 cm
Peso: 380 - 410 g
Período de incubação: 26 - 28 dias, 2 - 30 ovos
Alimentação: caramujos, caranguejos e gafanhotos
Expectativa de vida: 25 - 32 anos

Curiosidade:
Voam entre 2 e 8 m acima de áreas de águas baixas e coletam caramujos. Eles têm seu lugar escolhido e vão lá de novo e de novo para comer suas presas, acumulando uma grande quantidade de resíduos, como conchas de caramujos e caranguejos. Dormem em grupos. Nas cheias eles voam em bandos para o cerrado e la se alimentam de gafanhotos.

Gavião belo, Busarellus nigricollis


Busarellus nigricollis

Gavião belo

Comprimento: 47 - 58 cm
Peso: 700 - 800 g
Período de incubação: 35 - 40 dias, 1- 2 ovos
Alimentos: peixes, sapos, insetos aquáticos e caramujos
Expectativa de vida: -

Curiosidade:
Ele vive junto aos rios. Possui asas largas e uma cauda curta, útil para vôos longos. Ele tem dedos ásperos e unhas longas e curvas, que o ajudam na pesca. O ninho é feito por cegonhas, geralmente no topo das árvores.

Gavião caboclo, Buteogallus meridionalis


Buteogallus meridionalis

Gavião caboclo

Comprimento: 46 - 61 cm
Peso: 850 g
Período de incubação: 35 - 36 dias, 1 - 2 ovos
Alimentos: anfíbios, grandes insetos, caranguejos, aves, pequenos mamíferos, cobras, lagartos, lagartixas e sinimbus.
Expectativa de vida: 13 anos

Curiosidade:
Ele muitas vezes vive perto da água. Oportunisticamente caça todos os tipos de presas, especialmente cobras, que leva em vôo. No Pantanal, muitas vezes fica em cercas ou em montes de terra. Os animais jovens têm uma lista esbranquiçada no rosto. (veja foto)

Caburé, Glaucidium brasilianum


Glaucidium brasilianum

Caburé

Comprimento: 17 - 20 cm
Peso: 46 - 90 g
Período de incubação: 24 - 27 dias, 3 - 5 ovos
Alimentos: insetos, pequenos pássaros e camundongos
Expectativa de vida: -

Curiosidade:
Ele caça dia e noite e canta enquanto o faz. Ele tem o desenho de dois grandes olhos na parte de trás da cabeça para enganar sua presa. Com seu canto, ele atrai pássaros como o beija-flor. O beija-flor torna-se muito agressivo e quer expulsá-lo de seu território, atacando-o pelas costas. O beija-flor fica assustado com o desenho e volta diretamente para o bico do caburé. Tem o hábito de nidificar no ninho
abandonado do joão de barro.

Coruja buraqueira, Athene cunicularia


Athene cunicularia

Coruja buraqueira

Comprimento: 23 cm
Peso: 140 - 200 g
Período de incubação: 28 dias, 2 - 11 ovos
Alimentos: bigatas, pequenos roedores, anfíbios e pombos
Expectativa de vida: 14 - 16 anos

Curiosidade:
É ativo durante o dia. Quando ela se sente ameaçada ela grita cada vez mais alto e soa como um alarme estridente. É comum vê-los em postes de cercas, eles cavam buracos no chão ou usam tocas de coelhos ou tatus que estão abandonadas como ninhos.

Frango d’água azul, Porphyrio martinica


Porphyrio martinica

Frango d’água azul

Comprimento: 36 cm
Peso: 140 - 300 g
Período de incubação: 22 - 25 dias, 6 - 10 ovos
Alimentos: sementes, frutos e folhas de plantas aquáticas e terrestres, também insetos, sapos, caramujos, aranhas, minhocas, peixes
Expectativa de vida: 12 - 15 anos

Curiosidade:
Vive em arbustos e perto da água. Quando se sente ameaçado, nada e mergulha para escapar do perigo. O Frango d’água azul é um dos mais belos frangos d’água do Brasil, embora isso sempre depende do gosto de quem vê.

Cafézinho, Jacana jacana


Jacana jacana

Cafézinho

Comprimento: 20 cm
Peso: 80 - 130 g
Período de incubação: 22 - 24 dias, sempre 4 ovos pretos
Alimentos: Insetos, caramujos, pequenos crustáceos e pequenos peixes
Expectativa de vida: 15 - 20 anos

Curiosidade:
Sua reprodução é no modelo da poliandria. As fêmeas lutam umas contra as outras para determinar quem fica com o macho. Elas «casam» com vários machos. Eles constroem os ninhos e cuidam dos ovos e dos filhotes. As fêmeas depositam os ovos e só o ajudam quando o macho está com problemas, ou seja, quando são atacados por peixes, cobras d'água, grandes anfíbios e jacarés. Eles têm espóras nas asas e os dedos são enormes para caminhar sobre as folhas das plantas aquáticas.

Curicaca, Theristicus caudatus


Theristicus caudatus

Curicaca

Comprimento: 61 - 67 cm
Peso: 1,7 kg
Período de incubação: 20 - 31 dias, 2 - 4 ovos
Alimentos: vermes, conchas, crustáceos, insetos grandes, caramujos, anfíbios e pequenos mamíferos
Expectativa de vida: 14 - 16 anos

Curiosidade:
Seu bico é longo e ele o usa para apanhar comida na água e nos pântanos. Ele introduz seu bico profundamente em solo macio em busca de larvas. Em geral eles sempre usam fazer os ninhos nas mesmas árvores todos os anos. Eles também vivem perto de habitações humanas. Ao anoitecer, assim como no início da manhã, você pode ouvir o chamado deles, e é por isso que eles também são chamados de«desespertador».

Maçarico real, Theristicus caerulescens


Theristicus caerulescens

Maçarico real

Comprimento: 71 - 76 cm
Peso: 1,5 kg
Período de incubação: 28 dias, 2 - 4 ovos
Alimentos: caramujos, molusco, caranguejos, sapos, peixes, enguias, também cobras e lagartos
Expectativa de vida: 12 - 18 anos

Curiosidade:
Assenta-se em troncos de palmeiras e galhos mortos. Vive sozinho ou aos pares em áreas úmidas abertas. Constrói seus ninhos em árvores altas. Prefere comer caramujos em águas rasas sob o tapete das plantas aquáticas. O Caracará come seus filhotes quando eles querem voar do ninho. 

Cayenne-Ibis,


Mesembrinibis cayennensis

Coró coró

Comprimento: 48 - 58 cm
Peso: 800 g
Periode de incubação: 28 dias, 2 - 4 ovos
Alimento: insetos, larvas, minhocas, peixes, sapos e plantas diversas
Expectativa de vida: -

Curiosidade:
Vive sozinho ou muito raramente em pequenos grupos de 3 a 4 aves, nas margens de rios e lagos. Aninha-se na copa das árvores altas. A chamada se assemelha a um «kro-kro» ou «koro-koro» e é bastante suave.

Pato do mato, Cairina mochata


Cairina mochata

Pato do mato

Comprimento: 85 cm
Peso: 2 kg ♀ a 4 kg ♂
Período de incubação: 35 dias, 8 - 21 ovos
Alimentos: folhas, frutos, sementes e insetos
Expectativa de vida: 25 -30 anos

Curiosidade:
É uma ave muito pesada que descende do pato domesticado. Portanto, durante seu voo pode ser ouvido o seu peso na batida ruidosa de suas asas. É um pássaro migratório e vive em grupos menores. O macho (aqui na foto) desenvolve verrugas avermelhadas em seu rosto sem penas acima de seus olhos.

Irerê, Dendrocygna viduata


Dendrocygna viduata

Irerê

Comprimento: 46 cm
Peso: 500 - 800 g
Período de incubação: 26 - 30 dias, 4 - 13 ovos
Alimentos: plantas, insetos, caramujos e sementes
Expectativa de vida: até 15 anos

Curiosidade:
Pode ser visto em todo o Brasil em áreas úmidas, rios, pântanos, mar, praias, lagos e lagoas artificiais com plantas aquáticas flutuantes. Eles voam à noite em grupos e fazem muito barulho. O típico som brilhante do assobio é causado pelo formato especial de seu sistema traqueal.

Jacu de barriga castanha, Penelope ochrogaster


Penelope ochrogaster

Jacu de barriga castanha

Comprimento: 68 - 75 cm
Peso: 34 kg
Período de incubação: 28 dias, 2 ovos
Alimentos: folhas de ipê, frutos, sementes, invertebrados
Expectativa de vida: -

Curiosidade:
Infelizmente está praticamente extinta devido à caça e desmatamento do seu habitat fora da planície pantaneira. Também se alimenta da flor do ipê (Tabebuia ou também chamada de Piúvas). Ele vive monogamicamente, ou seja, um indivíduo tem apenas um parceiro para toda a sua vida. A barbela vermelha é mais ou menos visível, dependendo se a ave está com medo ou não. Em caso de perigo contrai a musculatura e assim reduz o brilho vermelho.

Arancuã do pantanal, Chacotschatschalaka


Ortalis canicollis

Arancuã do pantanal

Comprimento: 50 - 56 cm
Peso: 480 - 680 g
Período de incubação: 24 dias, 3 - 4 ovos
Alimentos: folhas, frutos, sementes e flores
Expectativa de vida: aprox. 8 anos

Curiosidade:
Raramente é visto no chão. Vive em matas de galeria", em arbustos e palmeiras. De manhã e à noite domina outras aves com o seu canto. Eles vivem em grupos de até 30 aves. Como comem os frutos e suas sementes e os escremem novamente intactos, eles são responsáveis pela distribuição de novas árvores frutíferas.

Bem-te-vi, Pitangus sulphuratus


Pitangus sulphuratus

Bem te vi

Comprimento: 21 - 27 cm
Peso: 52 - 68 g
Período de incubação: 16 - 17 dias, 3 - 4 ovos
Alimentos: insetos, roedores, lagartos, sapos, frutas, pequenos morcegos e peixes
Expectativa de vida: 6 - 7 anos

Curiosidade:
O «Bem te vi» que significa «Eu te vi», é um pássaro comum e marcante no Pantanal. Seu alto «Bem te vi» pode ser ouvido em cada caminhada. Muitas vezes avisa as pequenas aves de rapina, até mesmo atacando-as em vôos ágeis quando se sente ameaçado. Mesmo que a ameaça sejam maiores que ele. Ele tem se mudado para muitas cidades da América do Sul fazendo delas seu habitat. Ao contrário do neinei, o Bem ti vi pode ser reconhecido pelo risco amarelo na raiz superior do bico.

Neinei, Megarynchus pitangua


Megarynchus pitangua

Neinei

Comprimento: 21 - 24 cm
Peso: 58 g
Periodo de incubação: 17 - 18 dias, 2 - 3 ovos
Alimentos: Principalmente insetos, também frutas, lagartos, sapos e pequenos peixes
Expectativa de vida: 6 anos

Curiosidade:
Vive nas margens das florestas e em áreas semi-abertas e senta-se nos galhos altos de grandes árvores. Não fica em um lugar por muito tempo e muitas vezes se move em pares ou em grupos familiares de três a cinco indivíduos. Seu bico é ligeiramente mais curvado para fora e ligeiramente mais largo que o do bem te vi.

Sabia laranjeir, Turdus rufiventris


Turdus rufiventris

Sabia laranjeira

Comprimento: 25 cm
Peso: 70 g
Período de incubação: 27 - 28 dias, 2 - 3 ovos
Alimentos: insetos, larvas, minhocas, frutas maduras e palmeiras
Expectativa de vida: 10 anos

Curiosidade:
Ave simbolo nacional do Brasil desde 2002. É uma ave comum no sudeste do Brasil. O canto soa como uma flauta-melódica «tju-tju-tjeé-tjutu». 

Sabia laranjeir, Stelgidopteryx ruficollis


Stelgidopteryx ruficollis

Andorinha serradora

Comprimento: 13 cm
Peso: 15 g
Período de incubação: 16 - 18 dias, 3 - 6 ovos
Alimentos: insetos
Expectativa de vida: -

Curiosidade:
Você pode encontrá-los em espaços abertos e clareiras florestais. Faz seu ninho em cavidades de vários tipos, incluindo buracos nas margens do rio ou em ninhos abandonados de martim-pescador e ariramba. Eles procuram por insetos em vôo, que normalmente voam baixo e mais devagar. 

Jacapanim , Donacobius atricapilla


Donacobius atricapilla

Jacapanim

Comprimento: 22 cm
Peso: 31 - 42 g
Período de incubação: 16 - 18 dias, 2 ovos
Alimentos: escaravelhos, gafanhotos, lagartas borboletas, insetos, aranhas
Expectativa de vida: -

Curiosidade:
Eles são frequentemente vistos a qualquer hora do dia na densa mata da vegetação ribeirinha de lagos e rios. O jacapanim gosta de se reproduzir perto da água. Quando um par se encontra, eles ficam juntos para toda a vida. Geralmente os filhotes da geração anterior ajudam os pais a criar a ninhada.

Trinta réis grande, Phaetusa simplex


Phaetusa simplex

Trinta réis grande

Comprimento: 38 - 42 cm
Peso: 208 - 240 g
Período de incubação: 27 - 30 dias,1 - 3 ovos
Alimentos: até 12cm de comprimento de peixes e insetos maiores
Expectativa de vida: 12 anos

Curiosidade:
Tem um grande bico amarelo. Eles parecem agressivos, porque muitas vezes roubam o alimento de outras aves. Vivem em margens de água doce onde fazem ninhos em colônias de 200 ou mais casais e depositam seus ovos diretamente na areia. Ovos e filhotes são procurados por cobras, iguanas, aves de rapina e até humanos.

Xexél, Cacicus cela


Cacicus cela

Xexél

Comprimento: 24 - 29 cm
Peso: 60 - 100 g
Período de incubação: 24 - 30 dias, 2 ovos
Alimentos: frutas e insetos
Expectativa de vida: -

Curiosidade:
Eles constroem ninhos semelhantes aos do tescelão, muitas vezes perto dos ninhos das marimbondos. Isto tem a vantagem de os ninhos serem menos saqueados por tucanos. De acordo com uma teoria, as marimbondos devem ser atraídas pelo cheiro dos ninhos das aves e limpá-las dos parasitas, uma espécie de ácaro prejudicial. Outro perigo é o bem te vi pirata (Legatus leucophaius), que muitas vezes põe seus ovos nos ninhos do xexél e depois jogando para fora do ninho os ovos do xexél sem que ele peceba. 

Arara azul grande, Anodorhynchus hyacinthinus


Anodorhynchus hyacinthinus

Arara azul grande

Comprimento: até 100 cm
Peso: 1,5 kg
Período de incubação: 24 dias, 2 - 3 ovos
Alimentos: frutas, nozes, sementes
Expectativa de vida: 25 anos (vida livre)

Curiosidade:
É o maior papagaio do mundo. Machos e fêmeas são idênticos e o par permanece fiel um ao outro ao longo de sua vida. Quando estão no grupo, os mais velhos podem escolher primeiro as frutas, que são mais fáceis de comer. Depois os mais jovens têm a sua vez e finalmente os mais jovens que conseguem abrir os frutos mais duros.

Caturrita, Myiopsitta monachus


Myiopsitta monachus

Caturrita

Comprimento: 28 - 30 cm
Peso: 100 g
Período de incubação: 22 - 23 dias, 5 - 6 ovos
Alimentos: folhas, frutos, sementes e insetos
Expectativa de vida: 10 - 15 anos

Curiosidade:
Eles vivem em colônias que constroem grandes ninhos comunitários. Nesses, cada casal tem seus próprios «apartamentos» e câmaras especiais que formam os quartos. Cada casal tem sua própria entrada. Muitas vezes eles constroem os ninhos sob os ninhos de Tuiuiú. Para o Tuiuiú eles atuam como uma espécie de «sistema de alarme».

Periquito rei, Eupsittula aurea


Eupsittula aurea

Periquito rei

Comprimento: 26 cm
Peso: 80 - 105 g
Período de incubação: 15 - 21 dias, 2 - 6 ovos
Alimentos: frutas como, mangas, jabuticabas, goiabas, sementes de palma, castanhas de caju e cupins alados
Expectativa de vida: 14 - 19 anos

Curiosidade:
A testa é amarelo-laranja e sua plumagem é verde claro. Vive na região do Cerrado e em pastagens e plantações. Eles podem reproduzir a voz humana pois são capazes de imitar o som algumas palavras. 

Arara canindé, Ara ararauna


Ara ararauna

Arara canindé

Comprimento: 80 - 90 cm
Peso: 0,9 - 1,5 kg
Período de incubação: 28 dias, 2 - 3 ovos
Alimentos: frutas, de preferência palma, nozes e bagas
Expectativa de vida: 30 - 35 anos

Curiosidade:
Prefere as savanas e as florestas e é frequentemente encontrada em palmeiras. As araras canidé são encontradas principalmente aos pares, mas também podem se unir em grupos de até 25 animais. Quando aparecem aos pares, eles voam juntos, com suas asas quase tocando. Eles se juntam a bandos pequenos e barulhentos nas primeiras horas da manhã em busca de alimento, e por volta do meio-dia começam a procurar sombra. As araras canindé estão extremamente alerta; a qualquer sinal de perigo elas voam gritando alto no ar. Infelizmente é uma das araras mais procuradas para o cativeiro. 

Periquito da cabeça preta, Nandayus nenday


Nandayus nenday

Periquito da cabeça preta

Comprimento do corpo: 25 - 30 cm
Peso: 140 g
Período de incubação: 25 dias, 2 - 5 ovos
Alimentos: nozes, sementes, frutas, flores e botões de palma
Expectativa de vida: 19 anos

Curiosidade:
Ele vive em matas de galerias e palmeiras, principalmente no Pantanal. Fácil de reconhecer pelo ponto negro em sua cabeça. Seu bico forte lhe permite cavar cavidades profundas nas árvores. É bastante barulhento e se reúne em grandes grupos fora da época de reprodução. 

Maitaca de cabeça azul, Pionus menstruus


Pionus menstruus

Maitaca de cabeça azul

Comprimento: 24 - 28 cm
Peso: 210 - 300 g
Período de incubação: 23 - 28 dias, 3 - 5 ovos, raramente 5 ovos
Alimentos: frutas, sementes, flores e nozes
Expectativa de vida: 14 - 21 anos

Curiosidade:
Fácil de serreconhecido pela sua cabeça azul. Ele é muito sociável e vive aos bandos em áreas semi-abertas e florestas. A fêmea deposita seus ovos em uma árvore oca. Como quase todas as espécies de papagaios você pode vê-lo pegando argila, o que provavelmente neutraliza toxinas de frutas venenosas. É facilmente reconhecido em vôo por seu grito alto. Sua população tem diminuído significativamente nos últimos anos. Mesmo que ele está na lista vermelha desde 2003.

Periquito de encontro amarelo, Brotogeris chiriri


Brotogeris chiriri

Periquito de encontro amarelo

Comprimento: 21 cm
Peso: 72 g
Período de incubação: 26 dias, 3 - 6 ovos
Alimentos: sementes, frutos, flores e néctar
Expectativa de vida: 15 - 20 anos

Curiosidade:
Esta espécie é inconfundível pela bela cor de suas asas. O verde e o amarelo lembram a bandeira nacional brasileira. Vive em vegetação rasteira. É sociável e forma grandes bandos e dormem em poleiros comunitários fora da época de reprodução. Estes bandos consistem em até várias centenas de aves.

João de barro, Furnarius rufus


Furnarius rufus

João de barro

Comprimento: 19 - 22 cm
Peso: 18 - 49 g
Período de incubação: 20 dias, 3 - 5 ovos
Alimentos: minhocas, insetos e larvas
Expectativa de vida: 3 - 5 anos

Curiosidade:
O casal constrói seu ninho com argila úmida misturada com palha e esterco de vaca seco, em forma de forno e por dentro como um caracol. Este método de construção os protege dos ataques dos tucanos. Os ninhos são usados por eles apenas uma vez, depois por outras aves, abelhas e até mesmo pelos gambás menores.

Coleiro do brejo, Sporophila collaris


Sporophila collaris

Coleiro do brejo 

Comprimento: 12 cm
Peso: 8 - 14 g
Período de incubação: 12 - 14 dias, 3 - 5 ovos
Alimentos: grãos e insetos
Expectativa de vida: 3 - 4 anos

Curiosidade:
Gosta de pastos molhados ou inundados e pântanos com arbustos, também terrenos abertos perto de rios ou lagos. 

Cardeal Pantanal, Paroaria capitata


 Paroaria capitata

Cardeal Pantanal

Comprimento: 16 cm
Peso: 17 - 24 g
Período de incubação: 13 - 14 dias, 2 - 5 ovos
Alimentos: sementes, frutos, flores, insetos
Expectativa de vida: 2 - 3 anos

Curiosidade:
Geralmente viajam em grupos de 6 a 12 aves. Grande parte do tempo eles estão no chão, bicando sementes para comer. Eles normalmente não se afastam mais de 30 quilômetros de seu território.

Ariramba de cauda ruiva, Galbula ruficauda


Galbula ruficauda

Ariramba de cauda ruiva

Comprimento: 19 - 25 cm
Peso: 18 - 28 g
Período de incubação: 20 - 30 dias, 2 - 4 ovos
Alimentos: principalmente insetos
Expectativa de vida: -

Curiosidade:
Vive sozinho ou em casais. Alimenta-se principalmente de insetos voadores. Após uma caçada bem sucedida ele voa com seu inseto em um galho fino, onde ele consome o inseto batendo vigorosamente no galho algumas vezes, os machos alimentam a fêmea durante o cortejo. O ninho é construído bastante fundo em um oco de árvore ou em um monte de cupins. 

Pavãozinho do pará, Eurypyga helias


Eurypyga helias

Pavãozinho do pará

Comprimento: 43 - 48 cm
Peso: 180 - 220 g
Período de incubação: 27 - 30 dias, 1 - 2 ovos
Alimentos: insetos, caramujos, peixes, sapos e lagartos
Expectativa de vida: até 15 anos

Curiosidade:
Ele é inconfundivel. Voa baixo, sozinho ou em pares. Ele está sempre perto da água e vive na beira da mata. Quando se sente ameaçado, abre brevemente suas asas e surpreende o inimigo com duas grandes manchas oculares que marcam sua plumagem. Quando ele se sente ameaçada, muitas vezes finge que as asas estão quebradas e tenta desta forma atrair o inimigo para longe do ninho.

Anu branco, Guira guira


Guira guira

Anu branco

Comprimento: 38 cm
Peso: 140 g
Período de incubação: 9 - 16 dias, 4 - 20 ovos (ninho comunitário)
Alimentos: pequenos anfíbios, camundongos, gafanhotos, ovos e pintos de outras aves
Expectativa de vida: 9 - 10 anos

Curiosidade:
Vivem em bandos de até 20 aves, não depositam seus ovos nos ninhos de outras aves, como os cucos europeus, mas fazem ninhos comuns, onde todos ajudam e chocar os ovos. Juntos eles cuidam dos filhotes. Roubam de ovos e filhotes dos ninhos de outras aves. Caçando frequentemente no chão, com um deles sempre assumindo a guarda.

Tipio, Sicalis luteola


Sicalis luteola

Tipio

Comprimento: 8 - 12 cm
Peso: 14 - 18 g
Período de incubação: 12 dias, 3 - 4 ovos
Alimentos: sementes e insetos
Expectativa de vida: -

Curiosidade:
O Tipio é uma espécie comum em toda a América do Sul e Central. Ocorre em campos abertos e pastos no Cerrado. Coloca ovos azuis-esverdeados claros em um ninho tipo copos em capim alto. Vários pares podem procriar juntos em áreas adequadas. 

Cardeal, Paroaria coronata


Paroaria coronata

Cardeal

Comprimento: 19 cm
Peso: 30 - 44 g
Período de incubação: 14 dias, 3 - 4 ovos
Alimentos: bagas, frutos, sementes e insetos
Expectativa de vida: 4 - 10 anos

Curiosidade:
O nome genérico Paroaria vem de um povo indígena tupí brasileiro e pode ser traduzido como «pequeno pássaro vermelho, amarelo e cinza». Pertence às aves residentes e permanece no Pantanal durante todo o ano. Durante a época de acasalamento, ele se distancia de rebanhos menores. Ele levanta a sua impressionante crista vermelha em perigo para deter os seus inimigos.

Alma de gato, Piaya cayana


Piaya cayana

Alma de gato

Comprimento: 40 - 50 cm
Peso: 70 - 140 g
Período de incubação: 40 dias, 2 ovos
Alimentos: insetos, vespas e lagartas, pequenos pássaros, pequenos lagartos
Expectativa de vida: -

Curiosidade:
Vivem individualmente ou em pares, especialmente em árvores, e estão sempre à procura de lagartas e insectos. Eles roubam ovos e filhotes dos ninhos de pardais e outras aves pequenas. Muitas vezes, podem ser vistos apanhando os insetos assustados, que estão fugindo de um exército de formigas. Pode ser encontrado em toda a América Latina.

Tico tico rei, Coryphospingus cucullatus


Coryphospingus cucullatus

Tico tico rei

Comprimento: 13,5 cm
Peso: 11 - 18 g
Período de incubação: 11 - 12 dias, 2 - 3 ovos
Alimentos: insetos, sementes, frutos e baga
Expectativa de vida: -

Curiosidade:
Este pássaro é comum na América do Sul. A área de distribuição inclui o sul do Brasil e o norte da Argentina e se estende de Brasília e Rio de Janeiro ao sul até Buenos Aires e oeste até os limites da Cordilheira dos Andes. O macho e a fêmea podem ser reconhecidos pelos seus anéis brancos à volta dos olhos. O crista vermelha, no entanto, tem apenas o macho.

Príncipe, Pyrocephalus rubinus


Pyrocephalus rubinus

Príncipe

Comprimento: 12 - 14 cm
Peso: 13 - 14 g
Período de incubação: 12 - 14 dias, 2 - 4 ovos
Alimentação: insetos
Expectativa de vida: -

Curiosidade:
Durante a época de reprodução, os machos defendem o ninho agressivamente. Constroem um ninho em forma de concha entre garfos de galhos usando pêlos de animais, gramíneas e galhos ele utiliza o mesmo ninho vezes várias vezes. Tem sido observado que em ninhos antigos o sucesso da criação é maior.

Anu preto, Crotophaga ani


Crotophaga ani

Anu preto

Comprimento: 35 cm
Peso: 80 - 220 g
Período de incubação: 13 - 14 dias, 9 - 50 ovos
Alimentos: frutas, grilos e gafanhotos, escaravelhos
Expectativa de vida: -

Curiosidade:
Eles vivem em grandes bandos na orla da floresta. Eles comem frutas, grilos e gafanhotos do chão, e há sempre um pássaro como sentinela no mirante. Elas seguem e pegam formigas e cupins alados. Eles agem de forma solidária quando os membros do grupo se metem em problemas. Eles constroem ninhos juntos que comportam até 50 ovos em várias camadas. Apenas uma parte deles eclodem. Todos os membros do grupo participam ativamente na criação dos filhotes.

João bobo, Nystalus chacuru


Nystalus chacuru

João bobo

Comprimento: 21 - 22 cm
Peso: 48 - 64 g
Período de incubação: 15 dias, 2 - 4 ovos
Alimentos: insetos e pequenos vertebrados, como lagartos
Expectativa de vida: -

Curiosidade:
Durante o período reprodutivo, machos e fêmeas cantam, respondendo aos chamados um do outro e formando coros de vários pares. Nidifica em buracos profundos que cava no solo e nestas câmaras a fêmea deposita de 2 a 4 ovos brancos e brilhantes. 

Bico de pimenta, Saltator atricollis


Saltator atricollis

Bico de pimenta

Comprimento: 20 - 21 cm
Peso: 53 g
Período de incubação: 13 dias, 2 - 3 ovos
Alimentos: sementes, frutos, brotos de folhas, caranguejos e insetos
Expectativa de vida: -

Curiosidade:
Ele vive em pequenos bandos. Normalmente pousa em arbustos e árvores baixas, às vezes em cercas das quais desce até o chão em busca de alimento.

Beija flor de garganta verde, Amazilia fimbriata


Amazilia fimbriata

Beija flor de garganta verde

Comprimento: 8 - 12 cm
Peso: 4 - 6 g
Período de incubação: 14 - 17 dias, 2 ovos
Alimentos: néctar de flores, moscas pequenas e escaravelhos
Expectativa de vida: 3 - 5 anos

Curiosidade:
Este beija-flor tem cores chamativas, azul-rosado, bronze-verde-ouro. É frequentemente encontrada em árvores floridas em vegetação menos densa e semi-aberta, em matas de galerias. Você pode ouvi-los especialmente ao anoitecer com seu som brilhante e animado «tzi, tzi, tz».

Jacaré do papo amarelo são frequentemente no Pantanal


Caiman yacare

Jacaré do papo amarelo

Comprimento: 250 cm
Peso: 60 kg
Período de incubação: 85 - 90 dias, 14 - 40 ovos
Comida: piranhas, às vezes aves aquáticas
Expectativa de vida: 60 anos

Curiosidade:
O jacaré do papo amarelo se move com muita habilidade dentro d'água. Em terra você pode vê-lo cochilando ao sol. De vez em quando uma borboleta senta-se na pálpebra, porque tem cheiro de néctar. As borboleta fazem a limpeza dos olhos dos Jacarés.

Lagarto, Tupinambis teguixin


Tupinambis teguixin

Lagarto

Comprimento: até 140 cm
Peso: até 4 kg
Período de incubação: 165 dias, 30 - 50 ovos
Alimentos: répteis, ovos, pequenos vertebrados, frutas
Expectativa de vida: até 20 anos

Curiosidade:
Os ovos são frequentemente colocados em uma toca de cupins quebrados, pois há uma temperatura constante. Os Bänderteju habitam florestas, campos e o Cerrado. Eles vivem em buracos no solo, geralmente também sob grandes raízes expostas.

Sinimbu, Iguana iguana


Iguana iguana

Sinimbu

Comprimento: até 150 cm com cauda
Peso: 1,2 - 4 kg
Período de incubação: 56 dias, 30 ovos
Alimentos: folhas, flores e frutas maduras
Expectativa de vida: 15 - 17 anos

Curiosidade:
O sinimbu vive em florestas úmidas perto da água. Nas margens dos rios eles gostam de tomar um banho de sol. Eles são muito bons nadadores. Os machos têm na região da bochecha uma grande córnea, as fêmeas uma pequena.

Tartaruga do pantanal, Acanthochelys macrocephala


Acanthochelys macrocephala

Tartaruga do pantanal

Comprimento: 20 - 23 cm
Peso: 1 kg
Período de incubação: 180 dias, 1 - 4 jovens
Alimentos: caramujos, pequenos peixes de água doce, insetos, aranhas
Expectativa de vida: -

Curiosidade:
A tartaruga do pantanal é uma tartaruga de água doce encontrada na Argentina, Bolívia, Brasil e Paraguai. Ao contrário de outras tartarugas, que são vegetarianas, a tartaruga aquática prefere a ração animal. As tartarugas do pantanal jovens têm a parte de baixo preta alaranjada, como na figura acima. Esta cor desbota com o aumento da idade. A fêmea é maior que o macho. (Aqui na foto um jovem)

Jibóia, Boa constrictor


Boa constrictor

Jibóia

Comprimento: 150 cm - 280 cm
Peso: 250 - 350 g
Alimentos: mamíferos, filhotes de aves e ovos
Expectativa de vida: aproximadamente 30 anos.

Curiosidade:
A jibóia tem Habitos diurnos e noturnos, vive no chão e nas árvores. Conhece duas estratégias de caça: caça ativamente suas presas seguindo o rastro olfativo ou fica à espera e se apressa quando sua presa está suficientemente próxima. Então a presa é enrolada ao redor dela e espremida para que a circulação da vítima se quebre. Se ela não consegue mais sentir o batimento cardíaco deles, ela solta a presa e a devora, soltando as mandíbulas e sempre engolindo a cabeça primeiro.

Sucuri amarela no Pantanal


Eunectes noctaeus

Sucuri amarela

Comprimento: 2 - 5 m, as fêmeas são maiores que os machos
Peso: 25 - 35 kg
Gestação: 6 meses
Alimentos: aves, ovos, pequenos mamíferos, tartarugas, peixes, capivaras e jacarés
Expectativa de vida: 20 anos

Curiosidade:
A anaconda digere lentamente e pode sobreviver por muito tempo sem comida. É atóxico e estrangula suas presas. Durante o ato sexual a fêmea copula com vários machos seguidos. Gosta de estar tanto na água quanto nas árvores.

Jararaca pintada, Bothrops mattogrossensis


Bothrops mattogrossensis

Jararaca pintada

Comprimento: 50 - 100 cm
Peso: 100 - 250 g
Alimentos: roedores, sapos e rãs

Curiosidade:
Esta espécie pode ser reconhecida pelas formas trapézio contrastantes em seu dorso como um xadrez. Se você encontrar uma, deixe-a passar em paz. Eles são altamente venenosos. Elas achatam as costas quando se sente em perigo. Pertencem às cobras, têm duas fossas nasais sob o maxilar superior sensíveis ao calor, com os quais encontram suas presas mesmo em completa escuridão. É vivíparo.

Muçurana, Pseudoboa nigra


Pseudoboa nigra

Muçurana

Comprimento: 50 - 100 cm
Peso: 100 - 250 g
Alimentos: principalmente lagartos

Curiosidade:
A muçurana tem hábitos diurnos e é uma cobra não tóxica. Sua saliva que tem uma veneno que a ajuda na alimentação principalmente de répteis. Ela se move tanto nas árvores quanto no chão. 

Azulão bóia, Leptophis ahaetulla


Leptophis ahaetulla

Azulão bóia

Comprimento: 90 - 200 cm
Peso: 100 - 250 g
Alimentos: filhotes de aves, rãs, calango e lagartixas

Curiosidade:
A saliva da cobra azulão bóia é pouco venenosa, por isso ela caça principalmente pequenos animais que vivem nas árvores. É ativa durante o dia e pode ser encontrado em todos os níveis das árvores. A íris dos olhos é de cor amarelada. É uma hábil trepadeira de árvore e arbusto. Em caso de perigo, abre bem a boca.

Coral, Micrurus surinamensis


Micrurus surinamensis

Coral

Comprimento: 50 - 100 cm
Peso: 100 - 250 g
Alimentos: peixe, sapos

Curiosidade:
A cobra coral é uma espécie semi-aquática. Tem a cabeça vermelha, que é bordejada de preto. Tem anéis pretos que são mais largos que os outros. É ovípara e venenosa.

Mata Cavalo, Liophis poecilogyrus


Liophis poecilogyrus

Mata cavalo

Comprimento: 40 - 60 cm
Peso: 100 - 150 g
Alimentos: sapos, insetos

Curiosidade:
A mata Cavalo é uma cobra de hábitos terrestre, bastante comum no Pantanal. É atóxico, como todas as espécies de víboras (Colubridae). Seu nome em português «Mata cavalo» , ou seja «assassino de cavalos» é completamente absurdo, provavelmente as pessoas antigamente atribuiram erroneamente a elas a responsabilidade por mordidas de cobras em cavalos. Ela põe de 6 a 15 ovos em seu ninho que é no chão.

Cobra verde, Liophis typhlus


Liophis typhlus

Cobra verde

Comprimento: 50 - 85 cm
Peso: 100 - 160 g
Alimentos: sapos

Curiosidade:
É uma cobra de hábitos diurnos e terrestre. Alimenta-se principalmente de sapos, é uma espécie de postura de ovos e põe entre dois e cinco ovos. Quando se sente ameaçado, achata seu corpo e o alarga para que pareça maior, esconde sua cabeça sob seu corpo e pode expelir excrementos fedorentos através de sua cloaca. Não mostra comportamento agressivo quando ameaçado. Como todas as víboras (Colubridae), é atóxico portanto não venenosa.

Hühnerschlange, Spilotes pullatus


Spilotes pullatus

Caninana

Comprimento: 200 - 300 cm
Peso: 250 - 350 g
Alimentos: mamíferos, aves, ovos de aves, anfíbios e outras cobras

Curiosidade:
A caninana pode ser encontrada tanto no chão como nas árvores. É ativo durante o dia e vive predominantemente em árvores. Em perigo se defende mordendo. Provavelmente, por causa do seu tamanho, ele também se alimenta de galinhas. Ela deposita entre 15 e 25 ovos. 

Ipê-roxo, Handroanthus impetiginosus


Handroanthus impetiginosus

Ipê roxo

Distribuição: sul da América do Norte para o norte da América do Sul
Cor da flor: principalmente magenta, branco também é possível
Altura máxima: 30 - 35 m

Curiosidade:
O Ipê roxo pertence à família das trombeteiras. A árvore tem muitos nomes. No Brasil ela também se chama Ipê roxo, que na cultura Guarani significa «possuir força e vitalidade». A árvore se destaca em agosto por cerca de 7 a 10 dias com suas flores rosas no Pantanal dominado pelo verde. Há também uma espécie de lapacho no Pantanal que forma pétalas amarelas. As substâncias em sua casca também são utilizadas na pesquisa do câncer.

Vitória santa cruz, Victoria cruziana


Victoria cruziana

Vitória santa cruz

Distribuição: em muitas partes da América do Sul; Bolívia, Paraguai, Argentina, Brasil
Cor da flor: branco - rosa claro
Altura máxima: até 20 cm de altura das bordas

Curiosidade:
A Vitória santa cruz floresce apenas por dois dias. No primeiro dia a flor é branca e muda para um rosa claro no segundo dia. A fim de se protegerem contra predadores, eles são cobertos com espinhos na parte de baixo. As folhas flutuantes têm um diâmetro de até 1,70 m. A engenhosa disposição das veias foliares na face inferior, suportam animais de até 10 kg sem que as folhas desabem ou rasguem. Poderia suportar por algum tempo até mesmo uma pessoa de 70 kg, distribuída uniformemente por toda a folha., Este sistema de costelas é utilizado em construções de aviação.

Aguapé, Eichhornia Crassipes


Eichhornia crassipes

Aguapé

Distribuição: Brasil, Flórida, Califórnia, Sudeste Asiático, Austrália, Índia, África, Espanha, Itália, Portugal
Cor da flor: azul metálico, rosa para violeta
Altura máxima: 50 cm

Curiosidade:
O azul metálico de rosa para violeta das flores do aguapé tomam conta das lagoas no Pantanal no verão. Eles dobram sua área de crescimento na superfície da água em apenas 2 semanas. Isso faz deles uma maldição e uma bênção. Por cortarem o oxigêniodas plantas e dos plânctons contribuíem para o assoreamento, por isso elas não são bem-vindas. Por outro lado, eles limpam a água de substâncias tóxicas, razão pela qual são utilizados em Bangladesh e para remover o arsênico da água. Na África, tentativas bem sucedidas estão sendo feitas ao usar o bicudo (gorgulho) contra a proliferação do aguapé.

Figueira-mata-pau, Ficus clusiifolia


Ficus clusiifolia

Figueira mata pau

Distribuição: regiões tropicais e subtropicais da América do Sul
Cor da flor: a flor é o fruto que não desabrocha
Altura máxima: 7 - 18 m

Curiosidades:
A figueira mata pau cresce rapidamente e pode desenvolver até 2 m em 2 anos. Suas sementes são excretadas sem digerir pelas aves. Como resultado, ela cresce em sua árvore hospedeira e empurra suas raízes aéreas para o solo. A árvore hospedeira pode morre porque ela corta seus nutrientes. Portanto, árvores mortas muitas vezes podem ser vistas por dentro. As cinzas de seus brotos queimados são utilizadas no tratamento de diarréias em crianças. Os frutos dos ficus (Moracea) são as flores que não desabrocham. As vespas da familia das Agaonidae fazem a polinização em um engenhoso e complexo sistema. Por isso mesmo que ela tem tantos frutos apenas alguns são polenizados.

Endereço
Rodovia Transpantaneira
Km 38
78175-000 Poconé
Mato Grosso, Brasil

Coordenadas
S 16° 33'' 5'
W 56° 43'' 12'

Diese Seite teilen

© Copyright 2020 - UeSo Estância Vitória - Alle Rechte vorbehalten - Datenschutzerklärung